EnFrente: Conexões e Protagonismo Feminino

Nos dias 15 e 16 de agosto foi realizado a primeira edição do evento “EnFrente: Conexões e Protagonismo Feminino” – UTFPR, campus Curitiba-PR (Pátio Central, Aquário e Sala de Lutas).

“EnFrente”: derivado do verbo enfrentar e do termo seguir em frente. O evento, idealizado pela ex PETiana Chris Pereira, teve por objetivo discutir e evidenciar os papéis de liderança e a participação das mulheres nas diversas esferas sociais, de modo a mostrar que ela pode ocupar, e ocupa, posição central nas decisões diante da sociedade. Ao todo foram realizadas 5 atividades, sendo 1 exposição de obras, 2 oficinas e 2 rodas de conversa, todas ministradas exclusivamente por mulheres.

A primeira atividade ocorreu na tarde de quinta-feira (15/08) com a Oficina de Música Corporal para Mulheres – Meu corpo, minha música – ministrada pela maestrina Priscilla Prueter que  atualmente coordena os grupos de corais da UTFPR.

Todos os participantes tiveram a oportunidade de realizar exercícios que permitiram desafiar o uso da voz e do corpo de forma interativa e divertida, além de uma conversa sobre os desafios da mulher dentro do cenário musical.

No final da tarde de quinta-feira aconteceu a Roda de Conversa Projeto Coletivo Consolida com a barista Fabíola Jungles, idealizadora do projeto.

O Consolida  é um projeto coletivo de mulheres, em que cada etapa da cadeia de produção cafeeira é desenvolvida exclusivamente por elas, desde o  plantio, produção, criação de arte até a entrega do produto final.

Durante a roda de conversa Fabíola pode compartilhar conosco sua experiência com o projeto, relatando sua trajetória de união entre o café e as mulheres, bem como o funcionamento das etapas do processo.

Iniciando as atividades de sexta-feira, pela manhã aconteceu a Oficina de Defesa Pessoal para Mulheres ministrada pelas lutadoras Ericka Almeida (faixa preta em Jiu-Jitsu) e Amanda Machado (faixa preta em Muay Thai e marrom em Jiu-Jitsu), ambas da academia de Jiu-Jitsu Gracie Barra. Todas as meninas puderam aprender na prática técnicas de proteção, além de dicas valiosas sobre a defesa pessoal em uma super conversa ao final da oficina.

A Roda de Conversa “Mulheres Afroempreendedoras” encerrou o evento e foi conduzida pelas empreendedoras Roberta Kisy e Juliana Cidali.

No decorrer da roda discutiu-se sobre a importância da luta pelo espaço e dignidade da população de mulheres negras, bem como o tema protagonismo afro no contexto do empreendedorismo. A Juliana Cidali é proprietária e designer de bijuterias da Preta Fina

A Roberta Kisy faz parte da Associação de Empresários Afroempreendedores para o Fortalecimento do Afroempreendedorismo (ASCENDA), além de ser palestrante, coach e radialista no programa Café e Negócios da rádio Curitiba Mais FM.

Paralelo às atividades realizadas no Aquário e Sala de Lutas, no Pátio estava ocorrendo a exposição de obras produzidas por alunas da UTFPR. Ao todo foram expostas 16 fotos, 1 ilustração e 1 escultura, todas relacionadas a temática do gênero feminino e ao título/subtítulo do evento.

A realização deste evento apoiou-se no Objetivo de Desenvolvimento  Sustentável da ONU (ODS) número 5: “Igualdade de Gênero”, em que se objetiva erradicar comportamentos discriminatórios contra mulheres e meninas, bem como  implementar práticas que assegurem a “plena participação” das mulheres nas esferas política, econômica e pública.

À exceção da Oficina de Defesa Pessoal, todas as demais atividades foram abertas, também, ao público masculino.

Galeria de imagens:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *