O Jogo da Política

No dia 03 de julho de 2019 foi realizada a atividade de Ensino do PET PP intitulada “O Jogo da Política”, aplicada na turma 2017/1 do curso de Bacharelado em Administração na disciplina de Teoria Geral do Estado, lecionada pelo tutor Antonio Gonçalves de Oliveira – UTFPR, campus Curitiba.

O Jogo da Política é uma cocriação do laboratório digital de tecnologia LabHacker e da agência-escola de jornalismo Énois, sendo uma Tecnologia Social certificada pela Fundação Banco do Brasil. Todo o material do jogo pode ser acessado de maneira gratuita pelo site: http://jogodapolitica.org.br/.

O jogo possui três minijogos, cada um relacionado aos três Poderes do Estado: Executivo, Legislativo e Judiciário. Devido a limitação de tempo, a atividade de ensino realizada pelo PET PP aborda apenas a fase referente ao Poder Legislativo, que é tratado dentro âmbito do município, uma vez que possui estruturas mais simples se comparado ao nível estadual ou federal, facilitando a compreensão dos(a) jogadores(as).

O objetivo da atividade é o de elucidar o funcionamento do processo legislativo municipal, de modo a mostrar todas as etapas deste processo, desde a proposta de um Projeto de Lei até a sua sanção ou veto pelo Poder Executivo.

Durante a aplicação do jogo os(as) alunos(as) assumem o papel de vereadores(as), o que permite “sentir na pele” os desafios que o vereador enfrenta, tanto enquanto agente político individual, quanto na forma de Comissões Parlamentares.

No decorrer da atividade os(as) alunos(as) relataram a dificuldade de se propor uma lei, de modo a perceber que o processo é bem mais complexo do que parece, uma vez que exige o olhar clínico sobre a sociedade local, a fim de encontrar soluções para os problemas e ao mesmo tempo que manutenir as oportunidades.

Como parte da proposta do jogo, foi apresentado quatro Projetos de Leis que estavam em tramitação na Câmara Municipal de Curitiba, bem como acessá-los no portal das proposições legislativas para assim acompanhar o estágio dos mesmos dentro do processo. 

A importância da atividade é justificada pela inquietação da população quanto ao pleno funcionamento da política. Tratar o tema de forma lúdica e descontraída possibilita que os(as) alunos(as) assimilem melhor conteúdo dito “entediante”. Deste modo, espera-se que os participantes fortaleçam a prática da cidadania por meio do domínio desta ferramenta poderosa de formulação de Leis, aumentando a participação dos jovens na esfera política.

Galeria de imagens:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *